Dia 3: Pisac e Ollantaytambo

Se tem um problema que você não terá nessa viagem é a falta de opção de agências de turismo para fechar seus passeios. Logo no aeroporto de Cusco tem zilhões delas que se triplicam quando chegamos na Plaza de Armas. Com isso fica fácil barganhar, negociar muito e especialmente encontrar uma que você se sinta realmente seguro. Conversar no seu Hotel/Albergue pode ajudar muito também mas não se deixe levar só por isso. É bom pesquisar e saber de antemão as referências desse fornecedor que está sendo indicado pelo Hotel para ter certeza que eles não estão sendo tendenciosos.

No meu caso, a Viajes Cusco foi uma opção que juntou bom preço e atendimento. Apesar de ter feito todos os passeios em grupo por valores que variavam entre 10 e 14 dólares (!!!!) eles também oferecem tours privados por preços acessíveis (Em torno de 50 dólares por pessoa incluindo transporte e guia) e por todo país.

O tour para Pisac e Ollantaytambo começou de manhã cedo. Como já tinha comprado meu boleto turístico em Moray, não precisei pegar essa fila na entrada. Mas se esse for seu primeiro passeio não tem problema. Você também pode adquirir seu boleto lá e depois usá-lo nas demais atrações.

O caminho até nossa primeira parada - PISAC - já é maravilhoso!

O caminho até nossa primeira parada – PISAC – já é maravilhoso!

Muitas montanhas

Muitas montanhas

E os famosos terraços sempre presentes na paisagem

E os famosos terraços sempre presentes na paisagem

DSC_0445

Pisac é uma vila nas montanhas que tem uma vista extraordinária. Sua altitude, solo fértil e água abundante tornaram seu solo propício para agricultura e os terraços estão lá pra provar isso. A pequena vila pode ser dividido em 3 setores: agricultura, pessoas (onde elas habitavam) e o cemitério, onde as classes mais altas tinham tumbas melhores. Infelizmente esse último foi largamente saqueado pelos espanhóis em busca do ouro que continham dentro. E claro, sobre os habitantes que moraram um dia ali, eles eram pessoas muito importantes na sociedade Inca.

Pisac

Pisac

Os terraços

Os terraços

As tumbas saqueadas pelos espanhóis (os buracos foram feitos por eles para pegar o ouro)

As tumbas saqueadas pelos espanhóis (os buracos foram feitos por eles para pegar o ouro)

Subindo até o Platô da vila

Subindo até o Platô da vila

Ruínas Inca

Ruínas Inca

DSC_0439

As ruínas e sua vista, incríveis!!

As ruínas e sua vista, incríveis!!

DICA: Pisac tem o melhor mercado local em termos de preços. Vi muitas coisas lá diferentes do resto dos mercados e negociar com os vendedores também foi ótimo. Corte 70% do preço inicial que te oferecem e se mantenha nele até o fim. Boas compras!!!!!

Se Pisac dá um gostinho modesto, Ollantaytambo é a concretização de toda suntuosidade dos Incas. Suas ruas de pedras, que em alguns casos, ainda mantém as fundações da Era Inca são impressionantes e fazem o entorno da ruína se tornar ainda mais único.

DSC_0510

Para chegar no platô principal e também centro das cerimônias oficias vamos encarar uma subida pelos muitos terraços da ruína. No caminho podemos perceber a engenhosidade de Ollantaytambo: suas paredes formadas por blocos de pedra enormes que foram simplesmente encaixados e não utilizam qualquer tipo de material para mantê-las juntas.

As paredes

As paredes

Ollantaytambo vista de baixo

Ollantaytambo vista de baixo

A subida

A subida

olanta

Quase chegando no platô principal

Quase chegando no platô principal

Quando chegar no platô, observe duas coisas: A primeira é olhar para a montanha na frente da ruína que parece ter uma rosto. Esse rosto era alvo de adoração e respeito por parte dos Incas que ficavam na mesma montanha que você se encontra. Perceba que existem alguns buracos ao lado do rosto. Eles eram usados como depósito de comida pois promoviam sua excelente conservação.

A montanha com o rosto

A montanha com o rosto

Close no rosto da montanha e ao lado o armazém de comida

Close no rosto da montanha e ao lado o armazém de comida

DSC_0465.

A segunda coisa para observar é o centro das cerimônias e seus gigantescos blocos de pedra.

Blocos de pedra no Platô

Blocos de pedra no Platô

Lá de cima o sítio e a paisagem natural se confundem

Lá de cima o sítio e a paisagem natural se confundem

Na descida, ainda tem mais ruínas para admirar

Na descida, ainda tem mais ruínas para admirar

Indo embora do sítio. Olha que delícia essas ruelas locais com a vista de Ollantaytambo.

Indo embora do sítio. Olha que delícia essas ruelas locais com a vista de Ollantaytambo.

Feira de Ollantaytambo

Feira de Ollantaytambo

E eu mais uma vez queria tudo!!!

E eu mais uma vez queria tudo!!!

Como chegar: Contrate uma agência já que todas incluem o transporte e guia. Como esse passeio é mais longo, alguns tours oferecem almoço em restaurantes locais entre a visita de Pisac e Ollantaytambo. Sugiro almoçar nesse esquema esse dia. O restaurante é simples mas a comida é realmente deliciosa e bastante variada.

Preço: O tour saiu por 14 dólares + 15 dólares do almoço (um buffet).

Prato de comida peruana de um dos restaurantes locais, uma delícia!!

Prato de comida peruana de um dos restaurantes locais, uma delícia!!

DICA: No próximo post sobre Machu Picchu vou explicar melhor a logística MAS é importante você saber que de OLLANTAYTAMBO é possível pegar o trem e seguir para Aguas Calientes. E isso foi exatamente o que fiz: acabei o tour, avisei o guia que não voltaria para Cusco nesse dia e sentei em um café para esperar a hora do trem. Achei uma forma muito dinâmica para seguir a viagem e recomendo!

DIA 2: TOUR PARA MARAS E MORAY

DIA 4: UM DIA NA CIDADE SAGRADA DOS INCAS

VEJA TODO MEU ROTEIRO PELO PERU

JÁ CONHECE A GASTRONOMIA PERUANA???

Faça seu comentário

19
Nov
2014