Meu roteiro pelo Peru

Uma viagem para o Peru já estava no meu menu de favoritos fazia tempo. Foi quando na sexta série eu estudei sobre as antigas civilizações (lembram??) e lá estavam os Incas me deixando babando desde os meus primórdios doze anos de idade. A verdade é que não sei porque demorei tanto para fazer essa viagem e foi essa pergunta que me fiz quando cheguei no Peru: Como eu consegui viver tanto tempo sem conhecer esse lugar?

É bom que você entenda que Peru vai muito além de Machu Picchu. A cultura do país é riquíssima, a culinária é sensacional, as pessoas amam os brasileiros e são tão amigas e calorosas que em determinado momento até esquecemos que não estamos em casa. Cusco é uma pequena cidade, 3400 metros acima do nível do mar, que te faz acreditar que existe um mundo paralelo rondando a gente. A arquitetura antiga, a influência espanhola, as ruelas e suas construções, os peruanos vestidos com seus trajes típicos e filhotes de lhama a tira colo (ok, eu sei que isso é um chamariz para os turistas tirarem foto e pagar, mas achei lindo de qualquer jeito!), o Pisco que vende em todo lugar e toda uma atmosfera de “seja bem-vindo” foi algo que me cativou desde o primeiro momento. Mesmo sendo uma cidade pequena, Cusco tem restaurantes de altíssimo nível e Hotéis/Spas 5 estrelas. Ou seja, já foi um destino considerado roots mas hoje em dia pode também ser um destino de puro luxo.

Em Lima a sensação foi outra, cidade grande, caos, barulho. Mas também não é pra menos. Lima é a cidade que possui a maior quantidade de taxis no mundo!!!! São 300 mil deles espalhados, entre ilegais e legais que tomam conta da cidade. Mesmo com outro clima nem por isso é menos interessante: O Centro Histórico, a capital financeira de San Isidro, Miraflores (um bairro de altíssimo nível na cidade) e alguns museus se espalham pela cidade. Porém o melhor de Lima é a chance de estar no epicentro da diversidade gastronômica peruana. Digo isso porque dá comer bem e pegar desde 20 soles até 300 soles, numa única refeição. Tudo vai depender da sua disposição ($$$) em conhecer os restaurantes de A a Z. Até o momento, foi no Peru que tive a melhor experiência com comidas: caras ou baratas, elas são de encher os olhos e deliciosas!! Não à toa, um dos chefes mais renomados do mundo é de lá: Gastón Acurio domina a cena no país oferecendo opções que vão desde o seu famoso fast food até a rede (5 estrelas) Astrid & Gastón.

Por fim, todos passeios oferecem uma surpresa diferente. Desde as ruínas de Pisac até o gigantesco Ollantaytambo e suas ruas de pedra a sensação é que estamos em um infindável parque de diversões dos sítios arqueológicos. Misturando isso a um dia bonito de céu azul, comida boa e uma recepção amigável sua viagem torna-se com certeza inesquecível!

Uma explicação sobre como é obtida a cor dos tecidos

Uma explicação sobre como é obtida a cor dos tecidos

Quero todos, pode???

Quero todos, pode???

Resumão do roteiro:

- DIA 1: Chegada em Cusco e aclimatação na cidade
Passeamos por Cusco a esmo e de noite fomos jantar no ma-ra-vi-lho-so Museo Del Pisco.
Pra mim essa aclimatação foi essencial. Tem gente que sente muito a altitude – no caso, eu – e minha recomendação (por precaução) é que você sempre tenha na bolsa as balinhas de coca. Elas aliviam mesmo o mal estar (sem contar o imprescindível chá de coca logo cedo no café da manhã que eu tomava religiosamente).

Aproveite seu primeiro dia e explore tudo a pé

Aproveite seu primeiro dia e explore tudo a pé

As ruas de Cusco

As ruas de Cusco

Plaza de Armas

Plaza de Armas

- DIA 2: Tour em Maras e Moray
Saímos de manhã com o tour contratado para visitar Maras (uma salineira) e Moray (Um centro de experimentação agrícola). Nesse dia jantamos em Cusco no Inka Grill.

 A salineira de Maras

A salineira de Maras

Moray - Um centro de experimentação agrícola

Moray – Um centro de experimentação agrícola

- DIA 3: Tour no Vale Sagrado – Pisac e Ollantaytambo e chegada em Aguas Calientes
Saímos de manhã para visitar o Valle Sagrado. Quando o passeio acabou, ao invés de voltar para Cusco ficamos em Ollantaytambo para pegar o trem para Aguas Calientes no mesmo dia as 7 da noite.
Chegamos em Aguas Calientes e andamos um pouco pela cidade. A ideia era estar descansado pois dia seguinte partiríamos cedo para Machu Picchu.

As ruínas de Pisac

As ruínas de Pisac

DSC_0444

As ruas apaixonantes de Ollantaytambo

As ruas apaixonantes de Ollantaytambo

Ollantaytambo

Ollantaytambo

- DIA 4: Dia em Machu Picchu/Noite passeando em Aguas Calientes.

Acordamos as 6 da manhã para comprar os tickets do ônibus e embarcamos por volta das 7 e meia. Na chegada a Machu Picchu, optamos por subir primeiro Huaynapicchu e em seguida fomos explorar a cidade sagrada. Fomos embora no último ônibus por volta das 17 hs e essa foi a melhor parte do dia pois em determinado momento MP já estava vazia e dava a sensação que a visita era exclusiva!).

A caminho da cidade sagrada

A caminho da cidade sagrada

Admirando Machu Picchu de Huaynapicchu

Admirando Machu Picchu de Huaynapicchu

DSC_0571

E finalmente, ela!!

E finalmente, ela!!

Em Aguas Calientes o trem passa no meio da cidade

Em Aguas Calientes o trem passa no meio da cidade

Praça principal de Machu Picchu Pueblo (Aguas Calientes)

Praça principal de Machu Picchu Pueblo (Aguas Calientes)

- DIA 5: Saíde de Aguas Calientes e City tour em Cusco.
Esse dia foi assim digamos, uma semi maratona logística! Saímos de Aguas Calientes de manhã, chegamos em Ollantaytambo por volta das 10 e partimos imediatamente para Cusco de ônibus. Começamos o city tour por volta de uma da tarde e a andança pela cidade incluiu as seguintes visitas: Catedral Metropolitana, Qorikancha, Sacsayhuaman, Q’enqo, Tambomachay e Pukapukara. Eu sinceramente AMEI Cusco, então eu acho que deveria ter feito o tour num dia completo pois as 3 hs que perdemos pela manhã fez diferença no final quando alguns sítios já estavam fechando.
De noite jantamos no Kushkafe, tem um risoto de quinoa perfeito!!!

Catedral de Cusco

Catedral de Cusco

Qorikancha

Qorikancha

As pedras perfeitamente encaixadas de Sacsayhuaman

As pedras perfeitamente encaixadas de Sacsayhuaman

A charmosa Plaza de Armas

A charmosa Plaza de Armas

- DIA 6: Saída de Cusco e chegada em Lima
Chegamos em Lima e com apenas 24 hs o jeito foi apostar nos ônibus que têm aquelas paradas nos principais pontos turísticos da cidade. O Turibus foi uma boa opção. Entretanto não se esqueça: o melhor da cidade são as opções de restaurantes, esse é sem dúvida um deleite que você precisa vivenciar.

Leia aqui mais sobre essa GASTRONOMIA em: Gastronomia peruana – prove e ame!

Leia aqui o que fazer em 24 hs em Lima!

Catedral de Lima

Catedral de Lima

 Plaza Mayor ou Plaza de Armas

Plaza Mayor ou Plaza de Armas

Contatos essenciais para montar a viagem (e que você provavelmente verá de novo nos posts relacionados):

DSC_0816

HOSPEDAGEM
Em Lima: Hotel Runcu
Em Cusco: Ecopackers Cusco
Em Aguas Calientes: Ecopackers Machu Picchu é uma “filial” do mesmo albergue que ficamos em Cusco mas nem se compara com o primeiro. Com certeza eu mudaria do meu roteiro mas para as 2 noites que chegamos cansados, serviu.

PARA MACHU PICCHU
Ingresso para Machu Picchu: Site para compras oficial
Ticket de trem: Peru Rail e Inca Rail
Como chegar em Machu Picchu!
Contato do guia em MP: Lucio Abelardo (email: abecha10@gmail.com)
Transporte de Ollantaytambo para Cusco: Cruz Del Sur

DEMAIS PASSEIOS
Em Lima: Turibus
Em Cusco: Dentro do albergue tem um galpão da Viajes Cusco. Você pode fechar a hospedagem e passeios juntos OU esperar chegar lá e fechar pessoalmente (assim você também pode pesquisar outros preços).

===> JÁ CONHECE A GASTRONOMIA PERUANA???

O que vai estar no meu próximo roteiro (e quem sabe no seu também!!!):
– Visitar Nazca e ver de perto as famosas linhas.
– Passear em Arequipa, a cidade é lindíssima e muito menos explorada que as outras.
– Ir em Trujillo, a capital cultural do Peru.
– Ver de perto o Parque Nacional Manú e se maravilhar com toda a natureza selvagem da Amazônia Peruana.

(Isso quer dizer que em breve você vai conferir aqui mais novidades sobre o Peru porque esse é certamente um destino que quero – E VOU – voltar!!!)

Faça seu comentário
12
Nov
2014